VETO

A recusa de Dilma Rousseff ao patrocínio da Petrobras para a CBF, revelado pelo jornal Lance! no sábado, é mais um retrato da diferença de perfil entre a atual administração e a de Lula. 

Lula sempre foi um defensor do patrocínio à seleção e Ricardo Teixeira sempre vetou a ideia temendo abrir a brecha para ser investigado por causa da injeção de recursos públicos na CBF. 

Segundo o Lance!, o patrocínio da Petrobras seria de 10 milhões de reais anuais. Dilma vetou. 
Por Lauro Jardim