Pedido de vista deve adiar decisão do STF sobre juros da dívida

Ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) não acreditam que a corte decidirá nesta quarta-feira em definitivo a grave questão sobre os juros que devem incidir sobre as dívidas de Estados e municípios com a União. 

Um pedido de vista deve adiar a decisão sobre o mérito da questão, cujo relator é o ministro Edson Fachin. Um dos ministros que admitem pedir vista para adiar o julgamento é Luiz Fux. 
ROL