Cruzada de Jucá irrita Temer

A cruzada traçada por Romero Jucá, ora contra a imprensa, ora contra o Judiciário, não desce na goela de Michel Temer. Ontem, em jantar no Palácio Alvorada, Eunício Oliveira analisou criticamente os disparates de Jucá. O presidente não fez uma correção sequer. 

Caso insista nos embates que vem travando, Jucá corre o risco de perder a liderança do governo. Temer não tolera o discurso de que os ataques são iniciativas individuais do senador, uma vez que não representam um movimento do Palácio do Planalto. 

O presidente tem dito que, na condição de líder, Jucá deve se comportar como líder em tempo integral, caso contrário, sua conduta vai inviabilizar a permanência no comando da base aliada do Senado.
ROL