Reunião para discutir o futuro do Maracanã

O consórcio liderado pela GL Events avisou ontem em reunião com a Odebrecht que continua interessada na aquisição da concessão do Maracanã e que só fará uma proposta vinculativa de compra do estádio após ter acesso total às novas condições do equilíbrio econômico-financeiro com o Governo do Estado do Rio. 

Em outras palavras: quer saber exatamente quanto pagará para administrar a arena carioca nos próximos 35 anos e garantir que terá exatamente as mesmas condições financeiras oferecidas à Lagardere, rival na concorrência. 
ROL