Presidente do Flamengo é sondado por partidos políticos

Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo, já começou a experimentar algo que ocorre com nove de cada dez mandatários de grandes clubes do país: propostas para se filiar a um partido político. 

Até o momento, pelo menos três legendas procuraram Bandeira de Mello com vistas às eleições de 2018. As conversas são embrionárias. 

A gente próxima, quando questionado, o presidente do Flamengo não descarta trilhar a carreira política, mas diz que seria algo novo e, por isso, precisa pensar um bocado antes de eventualmente topar a empreitada. Um dos que piscaram para o cartola foi o Psol. 
ROL