Gilmar procurará colegas para tratar da bomba lançada por Janot

Gilmar Mendes está participando neste momento da sessão de segunda turma do Supremo. Quando acabar, ele procurará seus colegas para tratar sobre a bomba que Rodrigo Janot atirou no STF ontem, quando pediu que o ministro seja declarado impedido de julgar os casos de Eike Batista na corte. 

Nas conversas com os colegas, Gilmar apresentará seus argumentos e defenderá regras claras para a atuação dos parentes no tribunal. 

A mulher do magistrado, Guiomar, atua como advogada no escritório de Sérgio Bermudes, que advoga para Eike. A representação de Janot está nas mãos de Cármen Lúcia. Ela pode pode tomar uma decisão monocrática ou levá-la à apreciação do plenário. 

Gente próxima de Gilmar acredita que, dada a pressão, a presidente do Supremo não deverá resolver a parada sozinha. 
ROL