Centro de Biociências dedica Missa ao Cadáver Desconhecido

O Departamento de Morfologia (DMOR), do Centro de Biociências (CB), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, realiza na próxima quinta-feira, 8, às 16h, nas dependências do departamento, a tradicional missa ao cadáver desconhecido. 

O ritual é uma homenagem aos cadáveres usados nas aulas de anatomia e pesquisa. A Missa do Cadáver não é comum em todas as faculdades de medicina: depende de como a orientação religiosa predominante na Universidade encara a questão de corpo e alma. 

Nas instituições evangélicas e judaicas, por exemplo, não acontece. Como a doação em vida praticamente não existe no Brasil, a maioria dos cadáveres estudados é de identidade desconhecida, vítimas de mortes não violentas cujos corpos não foram reclamados em um prazo de 30 dias. 

Embora qualquer pessoa possa doar seu corpo inteiro para estudo e pesquisa, o gesto enfrenta o mesmo problema vivido no caso da doação de órgãos para transplantes: ainda que o doador registre sua vontade em cartório, ela não é levada em consideração se a família não quiser. 

A UFRN é uma das poucas universidades a possuir o Programa de Doação Voluntária para Estudos Anatômicos. Para informações sobre o programa basta acessar o site do CB. Para outras informações basta entrar em contato pelo e-mail dmor@cb.ufrn.br, ou pelo telefone (84) 3215-3431.