Justiça do DF nega a Romário indenização de R$ 500 mil cobrada de Dunga

A 24ª Vara Cível de Brasília negou ao senador Romário um pedido de indenização de R$ 500 mil a ser pago pelo ex-técnico da seleção brasileira Dunga, companheiro de time do atacante no título mundial de 1994 - os dois dividiam quarto na concentração, na época. 

Romário, que criticou Dunga duramente enquanto estava à frente da equipe brasileira, alegou ofensas à sua honra para pedir a reparação por danos morais, o que foi negado pelo juiz Flavio Augusto Martins Leite. 

Ele alegou que Dunga, ao entrar com queixas na Comissão de Ética e Decoro Parlamentar do Senado e no Supremo Tribunal Federal (STF) por conta das declarações que considerou ofensivas, também tentou denegrir sua imagem.
G1