Obra da Cadeia Pública de Ceará-Mirim segue com 80% dos serviços concluídos

Com capacidade para 603 novas vagas, a Cadeia Pública de Ceará-Mirim, quando pronta irá diminuir, parcialmente, o déficit do número de vagas no Sistema Penitenciário do Rio Grande do Norte. Atualmente, a obra está com 80% dos serviços executados. 

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Infraestrutura, está trabalhando para finalizar os serviços e entregar a unidade pronta, para receber os presos, em outubro deste ano. “Estaremos entregando a Cadeia Pública de Ceará-Mirim ao Sistema Penitenciário, cumprindo todas as normatizações federais de segurança máxima”, afirma o secretário de Infraestrutura, Jader Torres. 

Em mais uma vistoria, os técnicos da SIN constataram em que nível está a obra: com as paredes estruturais e alvenaria finalizadas, e com mais da metade da estrutura pronta, foram iniciados os serviços de coberturas, esquadrias e instalações gerais. 

Seguindo os padrões de segurança Departamento Nacional Penitenciário, a nova unidade terá capacidade para 603 internos, divididos em três pavilhões, com 24 celas cada, além de uma área construída de 5.753,10 m², e módulos especiais para: ensino, saúde, visitas íntimas, tratamento de dependência química e carceragem adaptada para pessoas com deficiência física.