Deputado da tatuagem será denunciado por imagem sobre filha de Maria do Rosário

Uma nova polêmica de Wladimir Costa (SD-PA), o deputado dos confetes, tatuagem, mensagem picante e assédio a jornalista, será levada ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados. 

Em uma conversa ontem no grupo de WhatsApp dos membros da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle, Wladimir enviou uma imagem de uma adolescente seminua. 

Uma legenda identificava-a como a filha da deputada Maria do Rosário (PT-RS), de 16 anos. O presidente da comissão Wilson Filho (PTB-PB) repreendeu a publicação no grupo. 

Os petistas Jorge Solla e Wadih Damous irão protocolar a denúncia. Procurada, Maria do Rosário preferiu não se pronunciar sobre o assunto. Wladimir Costa também não se manifestou. 
G1