Ex-jogador do Barcelona é acusado de envolvimento com o narcotráfico

O jogador mexicano Rafa Márquez está na lista de 22 pessoas sancionadas nesta quarta-feira pelo Departamento do Tesouro dos Estados Unidos por supostas ligações com organização de tráfico de drogas. 

O zagueiro seria testa de ferro de um narcotraficante mexicano. O órgão norte-americano informou em um comunicado que também foram sancionadas 42 entidades mexicanas, incluindo um clube de futebol e um cassino. 

As sanções são, de acordo com o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, resultado de uma investigação de vários anos contra uma organização supostamente liderada por Raúl Hernández Flores. 

Rafa Márquez, de 38 anos, é o capitão da seleção mexicana e, ao longo da carreira, defendeu clubes como Barcelona, Monaco e New York Red Bulls. 

Atualmente, ele joga no Atlas de Guadalajara, time da primeira divisão mexicana. O defensor já defendeu o México em quatro edições da Copa do Mundo. 

De acordo com o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, agências do governo mexicano trabalharam em conjunto, incluindo o Ministério das Finanças do México, para aplicar sanções financeira. 
NM