‘FUNDÃO’ DE R$3,5 BILHÕES É O NIRVANA DOS POLÍTICOS

Proposta consensual na reforma política em gestão, o “fundão eleitoral” de R$3,5 bilhões, para financiar campanhas com os nossos impostos, oficializará o que sempre houve: tudo será pago com dinheiro público, mas agora, em vez de usar contratos superfaturados para afaná-lo, os políticos poderão sacar toda essa fortuna porque a lei determinará. 

E com uma grande vantagem: sem o risco de Polícia Federal na porta. 
DP