DEU A LOUCA NO PLANALTO

Em vez de celebrar a saída da ex-ministra Luislinda Valois, Michel Temer a premiou, fazendo dela representante do Brasil em reunião na Suíça.

Ela desistiu e ele ficou livre da acusação de improbidade.Luislinda Valois, a ex-ministra que comparou os vencimentos de R$30 mil a “trabalho escravo”, por não receber os R$65 mil que imaginava ter o direito, desistiu da vergonhosa viagem “0800” para a Suíça. 
DP