'Falta de água é uma vergonha para a humanidade', diz Papa

O papa Francisco classificou nesta quinta-feira (8) a falta de acesso a água potável que ainda atinge diversas regiões do mundo como "uma enorme vergonha para a humanidade do século 21". "A água é essencial para a vida em muitas partes do mundo, nossos irmãos e irmãs não podem ter uma vida decente precisamente pela falta de acesso à água limpa", disse o Pontífice em mensagem durante a Conferência Internacional sobre a Água realizada na Pontifícia Universidade Urbaniana, em Roma. 

Segundo o líder da Igreja Católica, muitas pessoas ainda "adoecem e morrem devido à falta de água potável ou à ingestão de água imprópria para consumo". 

Francisco observou que "em muitos países onde a população não tem acesso a água potável, o fornecimento de armas e munição" não faltam. "A corrupção e os interesses de uma economia que exclui e que mata prevalecem muitas vezes sobre os esforços que, de modo solidário, deveriam garantir o acesso à água", ressalta. 

O papa ainda disse que as estatísticas sobre a sede no mundo requerem "vontade e determinação, e todos os esforços institucionais, organizacionais, educacionais, tecnológicos e financeiros". 
NM