Processos contra Bolsonaro devem ser suspensos

Integrantes do STF avaliam que as ações penais em que Jair Bolsonaro é réu por injúria e por ter dito “que não estupraria Maria do Rosário” devem ser analisadas somente depois do mandato do futuro presidente, publica o Estadão. 

A Constituição proíbe que o presidente da República seja responsabilizado por atos anteriores ao mandato. 

Os processos devem ser suspensos até o final do governo. 
Antagonista