TEMER ACHA LEGÍTIMO RENAN TENTAR SALVAR O PESCOÇO

O Planalto acompanha sem maiores preocupações as críticas de Renan Calheiros (PMDB-AL) ao governo chefiado pelo próprio partido. 

A avaliação é que o senador está preocupado com o próprio futuro, em razão das 13 investigações na Lava Jato. 

O presidente Michel Temer minimiza a importância das queixas do senador, considera legítimo que Renan se reaproxime de Lula para tentar viabilizar sua difícil reeleição. 
DP