Carlos Eduardo denuncia o caos social no RN: " 400 mil vivem abaixo da linha de pobreza

O pré-candidato a governador Carlos Eduardo (PDT) esteve em Caicó neste sábado (9) e concedeu entrevista à Rádio Joven Pan Seridó, quando fez uma grave denúncia sobre o caos social que aflige o Rio Grande do Norte: "São 348 mil trabalhadores de carteira assinada e 400 mil pessoas vivendo abaixo da linha da pobreza. Um fato inexplicável. Abaixo da linha da pobreza é estar na miséria. O atual governo trata o problema com desprezo". 

Carlos Eduardo disse que o Seridó precisa retomar suas potencialidades na indústria têxtil, na gastronomia e na cultura, entre outras riquezas. 

O pré-candidato reclamou por ter chegado alguns minutos após o horário marcado na Rádio Jovem Pan, "por conta da buraqueira nas estradas estaduais do Seridó". 

E arrematou: "Esse governo atrasa salário e é especialista em politicagem eleitoreira, leiloando cargos em troca de apoio político. Temos que mudar essa situação ou o Rio Grande do Norte acaba", resumiu.