Sobre possível aliança, Ciro diz que é preciso respeitar o tempo do PT

O ex-governador do Ceará e pré-candidato à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes, disse nesta quarta-feira (2) que é preciso compreender e respeitar o tempo do PT. 

A afirmação foi uma resposta a um questionamento sobre comentário do ex-governador Jaques Wagner (PT) feito nesta terça-feira (1º), em que admitiu a hipótese de o PT não ser cabeça de chapa nas eleições presidenciais e ocupar a vice, caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja impedido de concorrer ao Palácio do Planalto. 

Ele se disse à vontade para discutir a hipótese de se aliar a Ciro. "O fato real e concreto é que nós temos de aceitar, compreender e respeitar o tempo do PT, para o que quer que seja. Não é simples, não é trivial o momento pelo qual o PT e sua principal liderança estão passando e, portanto, eu respeito o tempo e a forma do PT e vou tocando o meu bonde, propondo ao Brasil uma alternativa que possa nos tirar de um processo grave de crise socioeconômica já com graves repercussões na nossa ordem institucional", disse Ciro. 
NM

Nenhum comentário:

Postar um comentário