Buscas por armas disparam na internet após eleição de Bolsonaro

A busca no Google por "armas" e termos relacionados saltaram nos últimos dias, especialmente entre 18h e 20h deste domingo (28), logo após a divulgação da pesquisa de boca de urna das eleições presidenciais, que indicaram Jair Bolsonaro (PSL) como vencedor. 

A flexibilização do Estatuto do Desarmamento foi uma das principais propostas de campanha do presidente eleito para a segurança pública. 

Além de "armas", o Google Trends — ferramenta que monitora as pesquisas do Google — mostrou que consultas por marcas de armamentos como Glock e Taurus também cresceram, segundo levantamento feito pelo 'UOL'. 

A busca pelos termos "revogação" e "revogar" também ganharam destaque nessa segunda-feira (30). Isto porque, após divulgado o resultado da eleição, uma consulta pública feita pelo site do Senado voltou a ganhar evidência. 

Trata-se de uma eventual convocação de um plebiscito para revogar a lei que limita a comercialização, registro e posse de armas de fogo e munição no país. 

A proposta de consulta da população sobre o assunto fez com que os termos "votem não" e "Estatuto do Desarmamento Civil" ficassem entre os assuntos mais comentados no Twitter durante essa segunda-feira (29). 
NM