LEI DE PLANOS DE SAÚDE BURLA PROIBIÇÃO DE AUMENTO

Os planos de saúde adoram o projeto de lei proposto na Câmara para alterar regras do setor. 

Após faturarem R$ 178,4 bilhões em 2016 no Brasil, as empresas fazem um lobby no Congresso para aprovar o projeto que é um primor de mau-caratismo. 

Se aprovada, a nova lei continuaria a permitir que planos aumentem o custo de segurados de 59 anos, em razão da proibição de fazê-lo a partir dos 60 anos. 

A novidade é que o aumento abusivo poderá ser “diluído” em cinco anos. 
DP