Goleiro que evitou vexame do Vasco tem 7 meses de salários atrasados

O goleiro Martín Silva, que pegou três pênaltis na noite da última quarta-feira (21) e salvou o Vasco de um vexame da pré-Libertadores, está com sete meses de direitos de imagem atrasados, além de não ter recebido o salário de dezembro, o 13º e as férias. 

Segundo o Globoesporte.com, o valor da dívida é de aproximadamente R$ 1,2 milhão. Após a noite de herói do goleiro uruguaio contra o Jorge Wilstermann na Bolívia, o empresário de Martín, Regis Marques, vai se reunir com a diretoria do Vasco na próxima semana para falar sobre a dívida. E caso não haja um acordo para o pagamento do valor, o goleiro poderá deixar o clube. 

Com a classificação, o Vasco garantiu vaga no Grupo 5 da Libertadores, que tem Cruzeiro, Racing-ARG e Universidad de Chile. 
NM