Geddel reclamou do uso de algemas ao ir para a Papuda

Geddel Vieira Lima reclamou do uso de algemas. Em depoimento ao juiz Vallisney, que autorizou sua prisão, ele disse não ter recebido nenhum tipo de tratamento ruim, mas reclamou do uso de algemas em dois momentos. 

O primeiro, quando viajou de Salvador até Brasília algemado, ao ser transferido para a capital na madrugada desta quarta-feira (4). 

No dia seguinte, a caminho do Complexo Penitenciário da Papuda, ele foi novamente algemado: “Surpreendentemente dentro do carro fui de novo algemado. 

Não via necessidade disso, mas deve ser das normas”, disse. “Lá chegando, fui bem recebido. Não recebi nenhum tratamento diferenciado, nem para a melhor e nem para a pior do que os demais presidiários”. 
ROL