Deputado que ‘salvou’ Temer foi réu por bater na mulher

Responsável pelo voto que deu vitória ao presidente Michel Temer na última quarta (26), o deputado federal Francisco Floriano (DEM-RJ) é pródigo em notícias peculiares. 

Em 2011, ele foi acusado de lesão corporal decorrente de violência doméstica contra a ex-mulher, Celia Beatriz Gabriel Silva. 

Ela acabou desistindo da ação em dezembro daquele ano, quando disse não querer continuar mais com o desgaste da batalha judicial. Não é só. Floriano, que é pastor, perdeu uma ação pedir voto em igreja. 
ROL