'Vítima' de Ronaldinho, goleiro inglês relembra gol da Copa de 2002

Foi uma viagem de 40 metros até que a bola balançasse a rede de Seaman, experiente goleiro inglês da Copa de 2002. 

Quem não se lembra do gol de Ronaldinho Gaúcho, no jogo válido pelas quartas de final da competição, vencido pelo Brasil de virada: 2 a 1? Seaman se lembra, e muito bem. 

O ex-atleta falou ao UOL as lembranças que têm daquele dia, no estádio de Shizuoka. "Já assisti ao lance diversas vezes, e toda vez que vejo, torço para que a bola saia por cima do travessão, mas ela acaba dentro do gol", brinca o ex-jogador de 54 anos. "Essa é a vida de goleiro: erros, acertos e troféus, mas pelo papel decisivo dessa posição, acabamos lembrados mais pelas falhas", pondera o multicampeão pelo Arsenal. 

O arqueiro ainda relata uma confissão de um ex-companheiro brasileiro, qua também estava em campo naquele dia: "Gilberto (Silva), um grande amigo meu, admitiu que ele (Ronaldinho) não quis colocar a bola aonde ela foi", acrescenta. 

Mais de 15 anos após o lance, ele relembra ainda o reencontro com Ronaldinho, seu algoz, que na época tinha apenas 22 anos: "Já encontrei Ronaldinho depois disso, até jogamos uma partida beneficente juntos e rimos sobre isso. Nesse jogo festivo, ele teve uma falta parecida e brinquei com ele, para tentar de novo". 
NM