Após deixar Sethas, primeira-dama do RN pede desfiliação do partido de Robinson

Uma semana depois de deixar a secretaria que ocupava na gestão estadual, a primeira-dama do Estado, Julianne Faria, renunciou à presidência estadual do PSD Mulher e pediu ainda desfiliação da legenda, que é presidida no Rio Grande do Norte pelo governador Robinson Faria. 

O desembarque do partido representa mais um ato de rompimento de Julianne com o governo do marido. 

Ela já havia deixado também, na semana passada, a Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), pasta da qual era titular desde o início da administração. 

Para deixar a Sethas, a primeira-dama alegou “cansaço”. Já para o pedido de desfiliação do PSD, a ex-secretária não divulgou qual foi a justificativa.
AGRN