Presidência pode cair no colo de Cármen Lúcia

Se a agonia de Michel Temer se arrastar até abril do ano que vem, nem Rodrigo Maia e nem Eunício Oliveira vão assumir a presidência. 

As excelências não vão querer o cargo tampão, já que vão tentar se reeleger no Legislativo. Com o caminho aberto, a presidência pode cair no colo de Cármen Lúcia. 
ROL